segunda-feira, outubro 23Programa Rolanda a Bola, de segunda à sexta às 7:00h

Vale muito! Flamengo e Vasco se enfrentam na Arena da Amazônia

Marcelo Cirino X Martin Silva

Na teoria, é apenas um jogo amistoso. Mas tal palavra não existe no dicionário do clássico Flamengo e Vasco. Nesta quarta-feira, os dois rivais vão se encontrar na Arena da Amazônia às 22h (de Brasília, 20h no horário local). Será a abertura do Torneio de Manaus. Será o reencontro de rubro-negros e cruz-maltinos após a polêmica final do Campeonato Carioca de 2014 – ganha pelo Fla com um gol em impedimento no último minuto. Será ainda o primeiro confronto entre as equipes depois do retorno do presidente Eurico Miranda ao poder em São Januário. E acredite: de amistoso, esse jogo não tem nada.

Para entender o clima, basta analisar as declarações de ambas as partes nos últimos dias. Pelo lado cruz-maltino, o zagueiro Rodrigo disse que nesse clássico “não dá para brincar nem no par ou ímpar”. O técnico Doriva não ficou atrás. Antes do primeiro Flamengo x Vasco de sua carreira, o ex-volante ressaltou o peso do confronto.

Após 12 dias de treinos em Pinheiral e da derrota para o Volta Redonda no único jogo-treino realizado até aqui, Doriva segue repetindo a mesma formação. O Vasco vai jogar no esquema 4-2-3-1: com Bernardo pela esquerda, Marcinho no meio, Montoya pela direita e Rafael Silva atuando como homem de referência. A única dúvida fica por conta do volante Guiñazu, que foi liberado na última sexta por conta do falecimento do seu pai e mesmo assim deve ser titular.

Sem perder para o rival há oito partidas (quatro vitórias e quatro empates), o Flamengo não quer saber de clima festivo para o jogo em Manaus. Com dois empates em 2015 – jogo-treino com o RB Brasil e amistoso com o Shakhtar Donetsk -, Vanderlei Luxemburgo sabe da importância de derrotar o maior rival para o moral da equipe e também faz questão de ressaltar o peso da partida em entrevistas. Se em pré-temporada o principal é ajustar a equipe, o clássico desta quarta vai além na opinião do treinador

Com 15 dias de pré-temporada, o Flamengo voltará a colocar à prova o esquema com três atacantes e sem homem de área fixo que Vanderlei Luxemburgo optou para 2015. No 0 a 0 com o Shakhtar, o treinador apontou evoluções, principalmente na movimentação de Marcelo Cirino. A equipe ainda carece, no entanto, de poder de fogo. A tendência é que o Rubro-Negro inicie a partida com a mesma formação do amistoso com os ucranianos.

Edmar Campos da Encarnação (AM) apita a partida. Ele será auxiliado por Anne Kessy Gomes de Sá e Marcos Santos Vieira. partir das 21h (de Brasília, 20h no horário de Manaus).

Flamengo: Paulo Victor, Léo Moura, Wallace, Samir e Anderson Pico; Cáceres, Canteros e Eduardo da Silva; Gabriel, Everton e Marcelo Cirino.

Vasco: Martin Silva, Jean Patrick, Luan, Rodrigo e Christiano; Guiñazu (Lucas) e Sandro Silva; Bernardo, Marcinho e Montoya; Rafael Silva.

Globoesporte