sábado, outubro 21Programa Rolanda a Bola, de segunda à sexta às 7:00h

Seleção termina o ano com a sexta vitória seguida e em clima de paz

Brasil e Áustria fizeram um amistoso bem morno nesta terça-feira, no Ernst Happel, em Viena. O público de 48.500 pagantes que lotou o estádio, cantou, aplaudiu a sua seleção, que segurou o rival boa parte do tempo e fez uma boa partida. Mas viu a Seleção Brasileira sair com a vitória por 2 a 1. Os gols foram no segundo tempo. O zagueiro David Luiz, num gol irregular – empurrou o adversário antes de cabecear – abriu o placar para o Brasil. Dragovic empatou cobrando pênalti. No fim, vieram os dois fatos mais marcantes do amistoso. O golaço de Firmino, que garantiu a vitória. E o gesto de Neymar. Aos ser substituído aos 46 minutos para dar lugar ao zagueiro Marquinhos, o craque brasileiro fez questão de entregar (e colocar) a braçadeira de capitão ao zagueiro Thiago Silva, um gesto simbólico para acabar com a polêmica e mostrar que a dupla segue mesmo numa boa.
FICHA TÉNICA
ÁUSTRIA 1 X 2 BRASIL

Local: Ernst Happel, em Viena (AUT)
Data/Hora: 18/11/2014, às 16h (de Brasília)
Público: 48.500 pagantes
Àrbitro: William Collum (ESC)
Auxiliares: Graham Chambers (ESC) e Stuart Stevenson (ESC)
Cartões amarelos: Okotie (AUT)
Cartões vermelhos: –
Gols: David Luiz, 18’/2ºT (0-1); Dragovic, de pênalti, 30’/2ºT (1-1); Firmino, 37’/2ºT (1-2)
ÁUSTRIA: Robert Almer (Ozkan, Intervalo), Klein, Dragovic, Hinteregger e Fuchs; Ilsanker, Kavlak, Harnik (Proedl, 42’/2ºT), Arnautovic (Ulmer, 30’/2ºT) e Junuzovic (Weimann, 26’/2ºT); Okotie (Sabitzer, 8’/2ºT) Técnico: Marcel Koller
BRASIL: Diego Alves, Danilo, Miranda (Thiago Silva, 27’/1ºT), David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho (Casemiro, 36’/2ºT) e Oscar (Fred, 30’/2ºT); Willian (Douglas Costa, 17’/2ºT), Neymar (Marquinho, 46’/2ºT) e Luiz Adriano (Firmino, 17’/2ºT). Técnico: Dunga

Lancenet