segunda-feira, dezembro 11Programa Rolanda a Bola, de segunda à sexta às 7:00h

Presidente do Remo: ‘Não temos dinheiro. Não sei que rumo tomar’

Zeca Pirão diz que o Remo não tem dinheiro

Sem calendário no futebol profissional desde o final do Campeonato Paraense, o Remo vive mais uma semana de indefinições. A diretoria acumulou dívidas financeiras e pagou apenas o mês de fevereiro aos funcionários. Agora, para complicar ainda mais a situação azulina, cerca de dez jogadores tiveram seus contratos encerrados no final do mês de junho e o clube não tem como arcar com as despesas para rescisão contratual.
No cargo desde que Sergio Cabeça se afastou por motivos de saúde, o novo presidente do Remo, Zeca Pirão, afirmou que não saber como solucionará tais questões. O cartola do Leão se mostrou preocupado e disse que aguarda algumas definições para tomar as decisões iniciais.
– Não temos nenhuma reunião marcada com os jogadores que têm seus contratos próximos do vencimento. Até o momento estamos sem dinheiro e não sabemos que rumo tomar. Estamos no aguardo de algumas decisões para que as definições comecem a ser adotadas pela diretoria. Deixo a critério dos jogadores continuarem treinando ou não – afirmou o presidente do Remo nesta segunda-feira.
Segundo informações, os jogadores seriam o goleiro Naylson, os zagueiros Henrique e Igor João, o lateral Berg, os volantes Allan Petterson, Gerônimo e Tragodara e os meio-campistas Endy e Diego Ratinho. Além deles, o zagueiro Mauro e o volante Jhonnatan teriam contrato próximo do fim.
Globoesportepará