Programa Rolanda a Bola, de segunda à sexta às 7:00h

Paysandu vence o Parauapebas na Curuzu estreando no Paraense

O Paysandu começou o Parazão 2018 com o pé direito. Em Curuzu lotada na noite desta quarta-feira (17), os bicolores não jogaram bem, mas fecharam a primeira rodada do Campeonato Paraense com vitória por 1 x 0 contra o Parauapebas, em jogo marcado por polêmica de arbitragem e participação determinante da Fiel.

O único gol da noite foi marcado pelo meia Fábio Matos, já no segundo tempo. Antes disso, ainda no primeiro tempo, Augusto Recife foi expulso de forma direta pelo árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva, após falta em Perema, lance que gerou muita discussão em campo.

Na próxima rodada, os bicolores irão visitar o Castanhal, no domingo (21). No mesmo dia, o Parauapebas jogará mais uma fora de casa, dessa vez contra o Castanhal.

Papão melhor e reclamação do Pebas: Se faltou futebol vistoso na estreia de Paysandu e Parauapebas, o torcedor não pode reclamar que a partida não foi no mínimo movimentada. Desde o começo, os dois times fizeram partida nervosa, com direito a alguns bons lances e polêmicas.

Empurrado por uma Curuzu lotada, o time de Marquinhos Santos tomou a iniciativa e marcou em cima nos primeiros 10 minutos, ainda que sem objetividade. O Parauapebas foi chegando aos poucos e, em determinado momento, conseguiu equilibrar a posse de bola no meio de campo.

O Papão quase abriu o placar em boa jogada na entrada da área, quando a bola sobrou para o meia Fábio Matos, que finalizou de primeira, tirando tinta da trave do goleiro Bruno.

Na reta final do primeiro tempo, polêmica. O volante Augusto Recife entrou de carrinho em trombada com o zagueiro Perema. Dewson Fernando Freitas da Silva aplicou cartão vermelho de forma direta e gerou muita reclamação do clube visitante. Na sequência, o técnico Léo Goiano também foi expulso por reclamação.

Com mais espaço, os bicolores esboçaram pressão nos últimos momentos, mas o placar seguiu para o intervalo sem gols.

Fábio Matos garante a vitória: No segundo tempo, Marquinhos Santos colocou o paraguaio Cáceres, que fez estreia com a camisa alviceleste. O jogador deu mais consistência ao setor de meio de campo e liberou homens criativos para se lançarem ao ataque de maneira mais à vontade.

O Parauapebas, com um a menos, passou a fazer o chamado “jogo por uma bola”. Sem pressa, os comandados de Léo Goiano tentaram controlar o ímpeto do Paysandu com passes de pé em pé na entrada da área, mas a proposta pouco foi eficiente.

O gol do Papão saiu em jogada de pressão na grande área visitante. Em cruzamento, a redonda sobrou para Fábio Matos, que dominou com tranquilidade, girou na marcação e chutou no canto alto do goleiro Bruno. 1 x 0.

Depois do gol, o Bicola ainda perdeu grande oportunidade com Moisés, mas a finalização foi para fora. A partir disso foi só gastar o tempo e esperar o apito final do árbitro para comemorar os primeiros três pontos no Parazão.

FICHA TÉCNICA:

Paysandu: Marcão Milanezi; Maicon Silva, Perema, Diego Ivo e Fernando Timbó (Renan Gorne); Renato Augusto, Nando Carandina (Cáceres) e Fábio Matos; Mike, Moisés e Peu (Danilo Pires).

Parauapebas: Bruno; Tiago Baiano, Rodrigo, André Ribeiro e Rafinha; Max Carrasco, Augusto Recife, Wellington Cabeça (Will) e Ângelo (Amaral); Evandro e Monga (Rogério Maranhão).

Estádio: Curuzu, Belém (PA)

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva

Auxiliares: Hélcio Araújo Neves e Bárbara

Público: 14.923 (9.987 pag., 3.461 sócios e 1.475 cred.)

Renda: R$ 320.955,00

(DOL)

Deixe uma resposta