terça-feira, dezembro 12Programa Rolanda a Bola, de segunda à sexta às 7:00h

Operário goleia Globo fora de casa e encaminha título da Série D

O Operário goleou o Globo fora de casa, no estádio do Barretão, por 5 a 0 no primeiro jogo da final da Série D do Campeonato Brasileiro, neste domingo. Com o acesso garantido para a terceira divisão nacional, o time paranaense fez um de seus melhores jogos na competição e abre grande vantagem para o jogo de volta, encaminhando a conquista do título.

No primeiro tempo, a equipe visitante abriu o placar com um gol contra de Tiago Lima. Peixoto cobrou falta na área, e o jogador desviou, com as pernas, para dentro da meta defendida por Dasaev. Esse foi apenas o segundo gol sofrido pelo Globo em casa durante todo a competição. Logo na sequência, pênalti para o Operário. Aos 26 minutos, João Vitor derrubou Robinho na área, e Lucas Batatinha converteu a penalidade máxima, aumentando a vantagem.

Aos 34 minutos, o Globo teve sua primeira grande chance no jogo. Renatinho Carioca cobrou falta para boa defesa do goleiro Simão. Na sobra, Reinaldo chutou, Simão deu novo rebote e Gláucio, cara a cara com o goleiro, acabou chutando por cima do gol. A partir daí, o Operário passou a administrar o resultado. O Globo tentou sair do campo de defesa, mas não obteve sucesso e foi para o vestiário atrás no placar.

Na volta do intervalo, o Operário continuou aproveitando os espaços. Aos sete minutos, após boa tabela, Batatinha saiu na cara do gol para uma defesa incrível de Dasaev. Um minuto depois, o time visitante chegou ao terceiro gol. Robinho serviu Batatinha pelo lado direito e o atacante tocou para o meio. Quirino só teve o trabalho de empurrar para a meta adversária.

O Globo tentou esboçar uma reação. Aos 11 minutos, Renatinho Carioca cobrou falta e Simão espalmou para fora. Do outro lado, os visitantes não perdoaram. Aos 19 minutos, mais uma boa jogada de Batatinha. Ele ganhou de Gravatá na força, invadiu a área pela esquerda e tocou para o meio, onde Jean Carlo só empurrou para o fundo do gol: 4 a 0.

Aos 31 minutos da segunda etapa, uma grande chance desperdiçada pelo time visitante. Jean Carlo serviu Quirino, Dasaev se antecipou e a bola sobrou para Peixoto. sozinho, mas ele acabou chutando para fora.

Aos 38, uma jogada bem construída do Operário resultou no quinto gol da equipe. Peixoto invadiu a área, cruzou a meia altura, e Dione saltou para alcançar a bola e aumentar ainda mais o placar.

O segundo jogo acontece no próximo domingo, dia 10, às 19h (de Brasília), no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Além da vantagem conquistada na partida deste domingo, o Operário venceu todos os jogos que disputou em casa na competição.

ESPN