Programa Rolanda a Bola, de segunda à sexta às 7:00h

Mufarrej é eleito presidente do Botafogo e já ouve: ‘Queremos título!’

Continuidade. Foi pregando essa palavra que a “Chapa Ouro”, encabeçada por Nelson Mufarrej, venceu a eleição do Botafogo, com 816 votos, 76%. O atual vice-geral do clube assumirá a cadeira da presidência a partir do dia 2 de janeiro, enquanto o atual mandatário passará para o segundo lugar na hierarquia do clube. O mandato vai até 31 de dezembro de 2020. Mas o próximo chefe-mór do Glorioso já ouviu cobranças. Da arquibancada do Ginásio Oscar Zelaya, onde foram feitas a votação e a apuração, pessoas celebraram, mas exigiram.

– Queremos título – bradaram. O último título nacional do Alvinegro foi o Campeonato Brasileiro de 1995.

A “Chapa Preta e Branca”, da oposição, encabeçada por Marcelo Guimarães, foi derrotada, mas obteve 269 votos, mais de 20% do número de presentes. Assim, conseguiu 14 cadeiras no Conselho Deliberativo do clube às quais teriam direito, conforme estatuto do clube. Os vencedores colocam 140 membros.

A votação transcorreu entre as 9 horas da manhã e as 21 horas. Estavam aptos a votar 2015 sócios, mas o quórum foi, com tradicionalmente nos pleitos do Alvinegro, mais baixo. Apertaram as urnas eletrônicas em General Severiano 1100 pessoas.

Favorito à vitória no pleito, Mufarrej votou logo pela manhã, assim como o atual presidente a candidato a vice na mesma chapa, de situação, Carlos Eduardo Pereira. A estratégia do grupo que buscava continuar gerindo o clube foi de povoar o clube e a entrada desde antes da votação.

Principalmente ao longo da tarde, apoiadores de Marcelo Guimarães (que votou nas últimas horas) compareceram. Apesar de espaçados ao longo das 12 horas de pleito, eles deram esperança a ele, ao postulante a vice, Mauro Sodré, de que os 20% seriam tranquilamente obtidos.

A “Chapa Ouro”, da situação, contava com apoio de nomes como o ex-presidente do clube Carlos Augusto Montenegro e do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Ambos votaram pela manhã. Antônio Carlos Mantuano e André Silva, ambos ex-vices de futebol, apoiaram a “Chapa Preta e Branca”, da oposição.

Houve poucos e pequenos entreveros ao longo do dia. O mais grave por volta das 20 horas, quando Mufarrej quase foi às vias de fato com um fiscal da chapa de Guimarães. A reclamação era de boca de urna no ginásio. Pouco depois eles foram contidos e resolveram a desavença.

Também houve bate-boca entre o atual vice-presidente de estádios, Anderson Simões, com o candidato Marcelo Guimarães, e entre o atual presidente Carlos Eduardo Pereira e o ex-presidente do clube José Luiz Rolim.

Lancenet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *