terça-feira, dezembro 12Programa Rolanda a Bola, de segunda à sexta às 7:00h

Globo vence, mas Operário se sagra campeão da Série D

O Operário é o grande campeão da Série D do Campeonato Brasileiro. Após golear o Globo no jogo de ida por 5 a 0, a equipe paranaense recebeu os rivais neste domingo para o duelo de volta e mesmo perdendo por 1 a 0 acabou confirmando as expectativas e ergueu a taça da Quarta Divisão do futebol nacional no estádio Germano Kruger.

Sem nada a perder, o Globo partiu para cima do Operário desde o primeiro minuto. Nem mesmo a grande presença da torcida adversária intimidou a equipe potiguar, que logo aos 14 minutos assustou o goleiro Simão com uma bomba de fora da área de Reinaldo. Dez minutos depois, Tiago Lima, aproveitando a sobra dentro da área após cruzamento, bateu firme para balançar as redes e abrir o placar para os visitantes.

O Operário parecia ter acordado para a partida após sofrer o gol. Aos 27 minutos Lucaas Batatinha participou de boa trama e chutou para o gol. Dasaev, no entanto, estava ligado para fazer a defesa e evitar o empate. Três minutos depois o goleiro do Globo novamente apareceu bem, bloqueando o arremate de Jean Carlo.

Embora a virada do Globo fosse improvável, o Operário voltou para o segundo tempo com uma postura mais agressiva na intenção de evitar uma derrota no jogo em que o time iria erguer o troféu de campeão da Série D. Aos 16 minutos, em cobrança de falta, Robinho quase empatou o jogo, batendo colocado por cima da barreira, mas mandando para fora, à direita da meta potiguar.

Aos 32 minutos o torcedor do Operário pôde gritar gol, mas não valeu. Em bola alçada na área, Dasaev subiu, mas não achou nada. Sosa, que disputava a jogada, acabou tocando no goleiro do Globo, enquanto a bola entrava, porém, o árbitro marcou falta de ataque no lance.

Nos minutos finais, a ânsia pela vitória do Operário ia desaparecendo na medida que a torcida seguia inflada pelo fato de estar prestes a soltar o gripo de campeão da Série D mesmo em desvantagem no placar. Depois de garantir o acesso à Terceira Divisão, o time paranaense conseguiu fechar sua campanha no campeonato com o título e, consequentemente, com uma grande festa em Ponta Grossa.

A seguir, o resumo da campanha e a ficha técnica da decisão.

Primeira Fase (Grupo A15):
21/05/2017 – Operário (PR) 1×0 Brusque (SC) – Germano Krüger (PR), Ponta Grossa (PR)
28/05/2017 – São Paulo (RS) 1×0 Operário (PR) – Aldo Dapuzzo, Rio Grande (RS)
04/06/2017 – Operário (PR) 1×0 XV de Piracicaba (SP) – Germano Krüger, Ponta Grossa (PR)
09/06/2017 – XV de Piracicaba (SP) 0x1 Operário (PR) – Barão de Serra Negra, Piracicaba (SP)
18/06/2017 – Operário (PR) 3×1 São Paulo (RS) – Germano Krüger, Ponta Grossa (PR)
25/06/2017 – Brusque (SC) 1×0 Operário (PR) – Augusto Bauer, Brusque (SC)
Segunda Fase:
08/07/2017 – Desportiva Ferroviária (ES) 0x2 Operário (PR) – Engenheiro Araripe, Cariacica (ES)
16/07/2017 – Operário (PR) 2×1 Desportiva Capixaba (ES) – Germano Krüger, Ponta Grossa (PR)
Oitavas-de-final:
22/07/2017 – Espírito Santo (ES) 1×0 Operário (PR) – Kleber Andrade, Cariacica (ES)
30/07/2017 – Operário (PR) (4)1×0(2) Espírito Santo (ES) – Germano Krüger, Ponta Grossa (PR)
Quartas-de-final:
06/08/2017 – Maranhão (MA) 1×3 Operário (PR) – Castelão, São Luís (MA)
14/08/2017 – Operário (PR) 2×1 Maranhão (MA) – Germano Krüger, Ponta Grossa (PR)
Semifinais:
20/08/2017 – Atlético (AC) 0x0 Operário (PR) – Arena da Floresta, Rio Branco (AC)
28/08/2017 – Operário (PR) 2×0 Atlético (AC) – Germano Krüger, Ponta Grossa (PR)
Final:
03/09/2017 – Globo (RN) 0x5 Operário (PR) – Barretão, Ceará-Mirim (RN)
10/09/2017 – Operário (PR) 0x1 Globo (RN) – Germano Krüger, Ponta Grossa

FICHA TÉCNICA: OPERÁRIO (PR) 0x1 GLOBO (RN)
Competição/fase: Campeonato Brasileiro Série D 2017 – final (2º jogo)
Local: Estádio Germano Krüger, Ponta Grossa (PR)
Data: 10 de setembro de 2017 – domingo, 19h (horário de Brasília)
Público: 8.830 pessoas
Renda: R$ 247.480,00
Árbitro: Rodrigo Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Alex dos Santos e Eder Alexandre, ambos de SC
Cartões Amarelos: Serginho Paulista e Quirino (Operário); Ângelo, Cosme, Renatinho Carioca e Erick (Globo)
Gol: Tiago Lima, aos 24 min do 1º tempo (0-1)
OPERÁRIO (PR): 1.Simão; 2.Danilo Baia, 3.Alisson, 4.Sosa e 6.Peixoto; 5.Serginho Paulista, 8.Índio, 11.Jean Carlo e 10.Robinho (18.Athos); 7.Quirino (21.Dione) e 9.Lucas Batatinha (20.Schumacher). Técnico: Gerson Luiz Gusmão
GLOBO (RN): 1.Dasaev; 2.Angelo, 3.Negretti, 4.Gravatá (22.Geovane) e 6.Renatinho Carioca; 5.Reinaldo, 8.Erick, 7.Tiago Lima e 23.Eduardo (16.Pablo Franklyn); 11.Cosme e 9.Glaucio. Técnico: Luiz Junior de Souza Lopes

GazetadoPovo