domingo, novembro 19Programa Rolanda a Bola, de segunda à sexta às 7:00h

Eles também vão; Messi assume a responsabilidade e coloca a Argentina na Copa do Mundo

Quando a seleção da Argentina se viu sem alternativas, Lionel Messi mostrou sua genialidade. Com três gols, o 10 do Barça transformou a situação de sua seleção e colocou a Albiceleste na próxima edição da Copa do Mundo.Logo com um minuto de jogo, o cenário que começava difícil ficou ainda mais tenso para os visitantes quando, após tabela dentro da grande área, Romario Ibarra bateu na saída de Sergio Romero fez 1 a 0 Equador.

Demonstrando visível nervosismo, a Argentina simplesmente não conseguia fazer com que seu jogo fluísse, tomando uma intensa pressão dos donos da casa. Porém, foi o momento de Lionel Messi entrar em ação para recolocar a Albiceleste na disputa.

Após jogada criada pelo lado direito do ataque, o cruzamento encontrou a chegada do 10 da Argentina e do Barcelona, que tocou por baixo de Maximo Banguera e empatou a partida no Olimpico Atahualpa.

Oito minutos depois, foi a vez do atacante antecipar a zaga do Equador em passe um pouco forte de Di María e, chutando forte de perna esquerda, venceu Banguera mais uma vez e virou o marcador para os argentinos.

Foi a dose de incentivo que precisava a Argentina, começando aí a tomar conta da partida e jogando o futebol que, até então, se esperava porém não se via dos hermanos. Com tabelas rápidas e muita movimentação principalmente no ataque, a dupla Messi-Di María ficava constantemente cara a cara com Banguera, mas pecava nas finalizações.

Já o Equador, assustado com a evolução do adversário, começou a apresentar “buracos” na sua marcação e uma imensa dificuldade em armar contra-ataques que botassem em apuros a defensiva argentina.

Na etapa complementar, os donos da casa se arriscaram a ir um pouco mais ao ataque e a Albiceleste, sem muitas alternativas de ataque, ficava retraída, esperando a oportunidade de aproveitar esse cenário. E quem aproveitou foi novamente Messi.

Roubando a bola no plano ofensivo, “La Pulga” mostrou sua tradicional velocidade com driblas curtos e chutou por sobre Banguera para fazer 3 a 1 Argentina.

A partir daí, os ânimos dos donos da casa esfriaram bastante. Podendo conduzir a situação mais a sua maneira, os argentinos trataram de administrar o resultado favorável e comemorando muito a vaga direta no Mundial da Rússia após o apito final de Anderson Daronco.

FICHA TÉCNICA

EQUADOR X ARGENTINA
Local: Olimpico Atahualpa, Quito (EQU)
Data-Hora: 10/10/2017 – 20h30
Árbitro: Anderson Daronco (BRA)
Auxiliares: Alessandro Álvaro Rocha Matos (BRA) e Fabrício Vilarinho (BRA)
Cartões amarelos: José Cevallos (EQU), Marcos Acuña, Lucas Bigila (ARG)
Cartões vermelhos: –
Gols: Romario Ibarra (1’/1°T), Lionel Messi (11′, 19’/1°T e 16’/2°T).

EQUADOR: Máximo Banguera; Pedro Velasco, Darío Aimar, Robert Arboleda e Cristian Ramírez; Jefferson Intriago (Jonny Uchuari, aos 31’/2°T), Jefferson Orejuela, Romario Ibarra, José Cevallos (Enner Valencia, aos 40’/1°T) e Alex Mina; Roberto Ordóñez (Michel Estrada, aos 19’/2°T). Técnico: Patricio Lara.

ARGENTINA: Sergio Romero; Gabriel Mercado, Javier Mascherano e Nicolás Otamendi; Eduardo Salvio (Federico Fazio, aos 44’/2°T), Enzo Pérez, Lucas Biglia e Marcos Acuña; Lionel Messi, Ángel Di María (Leandro Paredes, aos 38’/2°T) e Darío Benedetto (Mauro Icardi, aos 31’/2°T). Técnico: Jorge Sampaoli.